Blog Day 2015

segunda-feira, 31 de agosto de 2015

Hoje o post é especial porque o Livro de Memórias está participando do seu primeiro Blog Day!

Antes de mais nada, o que é o Blog Day? Comemorado no dia 31/08, o Blog Day é uma iniciativa internacional que incentiva a divulgação de blogs bacanas entre blogueiros. A escolha da data vem por causa dos números, que “parecem” com a palavra blog: 3108. Com o fim do site oficial que promovia o Blog Day, o Rotaroots realiza pelo segundo ano um tributo ao evento, incentivando os membros a participarem.

Como participar: No dia 31/08, basta fazer um post no seu blog indicando 15 blogs, que devem ser divididos nas seguintes categorias:
- 5 blogs que não saem do meu feed (aqueles que você ama e não deixa de ler)
- 5 blogs que eu conheci no Rotaroots (auto explicativo)
- 5 blogs para sair da rotina (que não falam necessariamente do mesmo assunto que você, mas que mesmo assim você adora ler)

Para ver os posts de todo mundo que está participando do Blog Day 2015, CLIQUE AQUI.

Dadas as explicações, vamos agora às minhas indicações:


♥ Serendipity, por Melina Souza — Já tem um bom tempo que eu acompanho o blog da Mel e continuo amando! Eu adoro as dicas de livros que ela dá e as fotografias tão lindas, além de termos o mesmo gosto por Londres.

♥ Não Provoque, por Paula Buzzo — Me identifico demais com a Paula porque ela é libriana e tímida como eu. Admiro demais os looks super estilosos que ela monta e também a coragem que ela teve para ir morar do outro lado do mundo, na Austrália.

♥ Fluffy, por Gabi Orlandin — A Gabi consegue fazer as melhores resenhas literárias de algum livro que eu já vi, sempre muito bem explicados e comentados. Você também encontra muitas outras fofuras no blog dela como look do dia, viagens, tutoriais etc.

♥ Follow Your Dreams, por Karoline Vendramini — Nesse blog você encontra vários layouts lindos de morrer e free, freebies, D.I.Y., pullip doll fofas e tutoriais para você personalizar o seu próprio blog, não tem como não amar.

♥ Borboletando, por Victoria Siqueira — Eu amo o blog da Vic porque ela fala de nostalgias dos anos 90 com muita alegria e saudades, mostrando como era uma época boa que vivemos. Ela também faz umas mixtapes pra lá de maravilhosas que eu adoro escutar a caminho da faculdade!



♥ Sai da minha lente, por Clayci — Pensa num blog cheio de fotografias lindas e nerdices! É o blog da Clayci. Ela dá dicas de games, aplicativos, cinema, séries, eventos para ir e claro, fotografia!

♥ Bluebell Bee, por Bianca Silveira — No blog da Bianca você encontra dicas de livros e filmes, viagens, nail art, dicas de sites, resenhas de produtos, participa de blogagens coletivas, dentre muitas outras maravilhosidades para se apaixonar!

♥ Meia Hora em Paris, por Gabrielle Roveda — Livros, filmes e séries, moda, beleza, decoração, fotografia, entretenimento, viagem, música e muito mais você encontra no blog da Gabrielle. E ela ainda é um talento de pessoa, dança ballet clássico, desenha, faz patinação artística, toca piano, escreve, dentre muitas outras coisas!

♥ Nerdiva, por Thais Hashimoto — Descobri esse blog recentemente no Rotaroots e já me apaixonei. Não tinha como ser diferente, já que a Thais fala de cultura pop e de nerdices, coisas que eu adoro e admiro muito e quero sempre estar por dentro de novidades.

♥ Fleur de Lune, por Lettícia Gabriella — A Lettícia faz resenhas literárias, dá dicas de jogos, recomenda bandas e cantores novos, mostra seus filmes favoritos, dentre muitas outras coisas impossíveis de nãos e apaixonar também.



♥ Juliana Rabelo, por Juliana Rabelo — Eu não sei desenhar absolutamente nada, mas eu adoro visitar o blog da Ju e ficar admirando o imenso talento daquela menina em criar desenhos absurdamente maravilhosos. Ainda quero muito encomendar com ela uma ilustração para o meu blog!

♥ Que Delícia, Né Gente?!, por Édipo Barreto — Voltado principalmente para o mundo da música (assunto esse que eu não domino tanto), esse blog nos deixa por dentro de lançamentos de novos cantores/bandas/grupos musicais, músicas e videoclipes, além de premiações e as últimas dos famosos!

♥ Lully de Verdade, por Luisa Clasen — Além dos vídeos no Youtube, eu também adoro acompanhar o blog da Lully onde ela posta resenhas precisas (sem spoilers) de filmes que estão prestes a serem lançados, desde os mais aguardados até os que a gente nunca ouviu falar. Vale a pena para conhecer coisas novas, você pode se surpreender.

♥ Morando Sozinha, por Fran Guarnieri — Não domino absolutamente nada quando o assunto é administrar uma casa sozinha, ser organizada com as contas e os cuidados, decoração, compras e estudos. No blog da Fran você encontra tudo isso e mais um pouco!

♥ Sernaiotto, por Loma Sernaiotto — A Loma dá ótimas dicas sobre blogs, tanto para iniciantes quando para pessoas mais experientes, você sempre aprende pelo menos uma coisa nova em todos os posts dela. Se você quer crescer como blogueira, visitar o blog dela é primordial.


Muito obrigada às lindas Mariana Gabriel do Apenas Uma Leitura, e Carol Souza do Estante de Memórias, que indicaram o Livro de Memórias na categoria "blogs que conheci no Rotaroots". <3

UM FELIZ BLOG DAY A TODOS!!!

[Desafio das 52 semanas] Semana 35: Minhas piores compras foram: | BEDA #31



1. Sapatilhas
Eu acho sapatilhas uma das coisas mais fofas desse mundo, mas infelizmente nunca consegui encontrar alguma que ficasse confortável no meu pé, de modo que pudesse usar o dia inteiro sem me cansar. Eu já comprei duas, passei um longo tempo usando-as dentro de casa para lacear, mas não rolou.


2. Livro Morte Súbita
Comprei esse livro simplesmente porque é da J.K. Rowling, sem nem saber do que se trata essa história. Tentei começar a ler várias vezes, mas a história não me prendia, não me chamava a atenção, tem partes confusas e outras entediantes, e por isso não consegui chegar nem na metade. Me arrependo de ter comprado por impulso só por causa da autora. Eu deveria ter verificado antes que o livro é de um gênero que eu não gosto.


3. Jogo Skyrim
O jogo que eu comprei está em inglês, por isso não entendo nada do que tem que fazer, quais são as missões, qual é a história do personagem. Simplesmente ficava andando de um lado para o outro, ocasionalmente conversando com as pessoas e pegando objetos, sem nenhum objetivo. Nem sei porque comprei, esses jogos de RPG gosto mais de ver os outros jogando, passando pelos desafios, não eu.


4. Mangas de blusa
Quando eu tinha 13 anos, eu vi um look numa revista de adolescentes de uma menina que usava um vestido preto básico e uma manga também preta sem estar ligada ao vestido, simplesmente ficava no braço. Por algum motivo que hoje eu não entendo, achei aquilo muito estiloso e quis também, insisti para a minha mãe comprar, mas depois eu não tinha coragem de usar por ser algo estranho e jamais visto antes, vai entender! Sorte que custou barato.


5. Roupas largas
Muita gente compra roupas menores, na esperança de um dia emagrecer e aquilo servir. Comigo foi o contrário: eu sempre comprei roupas largas, na esperança de um dia engordar um pouco e aquilo me servir, mas isso NUNCA aconteceu. Eu nunca engordei, a minha vida inteira fui magrela, e por isso fui obrigada a usar essas roupas de qualquer jeito, folgadas mesmo. Muito pano sobrando que eu até sumia dentro delas, um horror. Finalmente um belo dia parei de ser trouxa, aceitei que nunca vou engordar e passei a comprar roupas apenas da minha numeração.




Links da Semana (24.08 – 30.08) | BEDA #30

domingo, 30 de agosto de 2015

Adorei participar do BEDA, mas chega uma hora que cansa bolar posts todos os dias, para tudo tem um limite. Só não sei como algumas blogueiras conseguem postar todos os dias de todos os meses, sem ajuda de colaboradores, é de impressionar! Esse ainda não é o meu caso, haha.

Na faculdade já estou começando a sentir as primeiras pressões dos professores para os trabalhos que teremos que fazer, já saindo um pouco da teoria, e com essa leve pressão já começa a vir um leve medo com tanta coisa para fazer, mas sei que com organização e disciplina, vou me sair bem.

Vamos agora aos posts da semana:

        5 dicas para ser uma pessoa mais organizada — Serendipity
        Aplicativos para customizar o android — Não Provoque
        Download: Template Nas Nuvens (Responsivo) — Follow Your Dreams
        Comprar ou alugar? — Morando Sozinha
        Como aplicar papel de parede — Morando Sozinha
        Pavê de Baunilha com Chocolate — True Luv
        Dicas para comprar passagens mais baratas — Coisas de Blogueiras
        Planner de Setembro – 2015 — Subexplicado
        6 dicas para economizar em uma viagem — Love is Colorful
        Confeccionando uma blusa nova — Gema de Ovo



[Rotaroots] 5 esportes que eu praticaria | BEDA #29

sábado, 29 de agosto de 2015
Este post faz parte do Rotaroots, um grupo no facebook de blogueiros saudosistas que resgata a velha e verdadeira paixão por manter seus diários virtuais. São propostos memes e blogagens coletivas mensais, e você tem até o último dia do mês para publicar no seu blog. Não é obrigatório participar de todos. Para saber mais, conheça o grupo.

» Os Jogos Pan-americanos vieram e passaram, as Olimpíadas estão para chegar por aqui com calção de turista com flores e o que nós queremos saber é QUAIS os esportes que você praticaria se fosse um grande esportista da nossa queridíssima delegação brasileira.

1. Hipismo
A minha vida inteira eu fui apaixonada por cavalos, é o meu animal favorito, e por isso eu lembro de pedir para a minha mãe durante muitos anos para ela comprar um cavalo para mim quando eu era criança. Nós morávamos num terreno que ficava numa rua sem saída, no qual só quem construía casas ali eram parentes, então não entendia porque eu não podia ter um cavalo. Quando descobri que existia um esporte envolvendo cavalos chamado hipismo, foram mais alguns anos insistindo para a minha mãe me colocar nesse esporte, hahaha, como eu era inocente. Se algum ricaço tivesse inve$tido em mim, hoje eu seria fera nesse esporte e uma amazona muito boa.


2. Natação
Comecei a ter aulas de natação com 4 anos, gostava demais, sabia nadar muito bem e rápido sem me cansar, além de segurar o fôlego debaixo d’água por muito tempo. Parei de nadar aos 11 anos e foi assim que perdi minha resistência. Aos 13 anos cheguei a participar das Olimpíadas Intercolegiais Guarulhense (em 2004), mas na época eu já não aguentava mais nadar rápido, não tinha praticado desde os 11 anos, então não ganhei nenhuma medalha. Enfim, esse é o esporte mais próximo da minha realidade, é o único esporte que sempre gostei muito de praticar.


3. Ginástica Rítmica
Eu adoro assistir Ginástica Rítmica na televisão, é tudo tão lindo, as meninas que se apresentam são tão graciosas, tão focadas. Nunca tive aula de ginástica, mas gostaria muito de ter tido, acho que teria me dado muito bem nesse esporte. Gosto tanto das apresentações em grupo quanto das apresentações sozinhas, principalmente com a fita. Ficar dançando e sorrindo para o público enquanto faço saltos espetaculares like a diva de tirar o fôlego. Acho que se eu tiver uma filha, vou coloca-la na ginástica rítmica para realizar o MEU sonho, hahaha.


4. Patinação artística
Outro esporte lindo de morrer que eu amo assistir e que adoraria ter praticado. Sei que não é muito comum no Brasil, mas eu posso sonhar com ele! Nunca na vida patinei no gelo, mal cheguei a andar de patins (só uma vez quando era criança, não consegui e nunca mais tentei de novo), mas mesmo assim queria ter entrado nesse mundo de graciosidade, figurinos marcantes, apresentações belíssimas acompanhadas de músicas tocantes.


5. Nado sincronizado
Mesmo na época que eu fazia natação, eu nunca fiz nado sincronizado, mas por vezes ficava dançando na água, segurava o fôlego e ficava de ponta-cabeça, com as pernas fechadas e retas, sem saber que aquilo também era um esporte. É muito libertador estar na água, é como se você voasse, você pode dar cambalhotas a vontade, sempre gostei muito, por isso teria adorado esse esporte, sem contar que é muito lindo de assistir.



TAG: Culinária | BEDA #28

sexta-feira, 28 de agosto de 2015

1. Em qual refeição você costuma comer mais? Café da manhã, almoço ou jantar?
Com certeza é no almoço, e olhe lá. No café da manhã, tomo só café com leite, às vezes como pão de queijo, mas não é sempre. E no jantar, eu simplesmente não janto. Como qualquer coisa que eu quiser de noite se bater a fome, um miojo (se eu estiver em casa) ou algum salgado (se eu estiver na faculdade). De final de semana eu como batata-frita no jantar, hehe.

2. Tem algum alimento que você não come por nada?
Tem vários, claro, mas um trauma meu, que minha mãe me obrigou a comer quando eu era criança, foi um bolinho de espinafre que minha avó fez. Simplesmente não conseguia mastigar e muito menos engolir, e por pouco não coloquei para fora. É horrível (desculpa, vó! <3).

3. Você faz alguma mistura estranha?
Eu tenho o costume de cortar uma banana em rodelas num pote e jogar por cima açúcar e chocolate em pó e comer no meio da tarde quando dá fome. Isso é considerado uma mistura estranha? Porque é o máximo que eu faço.

4. Está ou já fez dieta?
Nunca na minha vida fiz dieta. É que eu nasci magra, a vida inteira fui magrela, e se eu fizer dieta, “sumo”, haha. Já tentei fazer o contrário, que é passar a comer mais para tentar engordar um pouco, mas não deu muito certo, não sou fã de comida.

5. Qual seu fast food favorito?
Não que eu conheça tantos assim, mas tenho alguns que gosto muito. No entanto, para mim, o meu favorito mesmo sempre foi e sempre será o McDonalds.

6. Tem vontade de experimentar a culinária local de algum país?
Não mesmo. Sou muito enjoada para comida, principalmente as estranhas que nunca vi na vida. Não gosto de comida crua, nem insetos (vivos ou mortos), nem massas diferentes e nem comida muito apimentada.

7. Prefere refrigerante, água ou suco?
Pergunta difícil, gosto muito dos três, haha. Mas se é para escolher só um, eu diria que prefiro suco natural de laranja.

8. Prefere doce ou salgado?
Gosto muito dos dois, então também é difícil escolher. Mas falando sinceramente, eu diria que gosto 51% de doce e 49% de salgado.

9. Tem alguma comida que você fala que não gosta, porém nunca experimentou?
Quase todas as comidas do mundo. O que eu mais faço é julgar uma comida sem nunca tem experimentando, apenas pela aparência ou mesmo se tiver um nome estranho, e isso é um erro, eu sei. Mas para citar que até a minha mãe não come (e olha que ela come bem), é jiló.

10. Tem costume de assaltar a geladeira na madrugada?
Até que não. Eu fico acordada até tarde, dá aquela fome sim, mas eu consigo me controlar bem, me forço a não ir e daqui a pouco esqueço da fome.

11. Sabe cozinhar? Se sim, o que faz de melhor?
Sei apenas o básico, mas não sou nenhuma grande cozinheira. A minha maior especialidade é fazer pavê de chocolate, a minha sobremesa favorita. Gosto tanto que eu costumava pedir para a minha mãe fazer direto, mas ela não queria estar fazendo sempre, então eu fui obrigada a aprender a fazer para continuar comendo e acabei ficando boa nisso. Eu faço uma travessa enorme que vai embora em dois dias aqui em casa (meu pai e irmãs também gostam muito).

12. Acompanha algum site, programa ou canal culinário?
Não muitos porque eu não conheço tantos assim, mas quero conhecer. Apesar de eu não saber cozinhar, gosto de ver os outros cozinhando, às vezes isso me instiga a tentar fazer coisas fáceis e deliciosas. Mas eu gosto de acompanhar o canal Rolê Gourmet e também o MasterChef Brasil.

13. Cite 2 blogueiras que gostaria de ver respondendo essa TAG.
Como sempre, vou deixar em aberto para quem quiser fazer também! :)


Quem me conhece, sabe que é uma grande ironia eu estar respondendo esse tipo de TAG. Normalmente não sou muito fã de comida, gosto mais de besteiras, e mesmo assim não fico comendo essas besteiras o tempo todo (só de vez em quando, nos finais de semana). E sou ainda uma grande fã de saladas e frutas. Não é a toa que eu nunca vou engordar desse jeito, e olha que eu preciso, sou muito magrela.

Mas achei as perguntas legais e fáceis de responder, então fica aí para vocês um pouquinho da minha alimentação nada saudável, hehe.



Canais favoritos do Youtube | BEDA #27

quinta-feira, 27 de agosto de 2015
Esse é o meu canal favorito no momento. Ele existe desde 2006, mas eu só comecei a acompanhar em 2014. Engana-se quem pensa que eu perdi oito anos de conteúdo nerd, eu gostei tanto do canal quando descobri que fiz questão de voltar lá no primeiro vídeo e a partir dali assistir TODOS os vídeos lançados no canal, sem exceção. Acho muito divertido a forma como o Jovem Nerd e o Azaghal apresentam as últimas notícias da semana envolvendo o mundo nerd. Sou viciada no NerdOffice e no NerdPlayer.


Quem acompanha o Jovem Nerd, conhece o editor mais engraçado desse mundo, o Gaveta. Ele começou um canal novo que eu já considero pakas. Lá ele começou o Gaveta Show, que é um compilado de vídeos tipicamente huehuebr, hahaha. Vale muito a pena conhecer porque são gargalhadas na certa.


Eu assisto os vídeos da Pam desde a época que ela ainda tinha blog. Ela fala principalmente sobre livros, tem indicações, recomendações, eventos literários, tags divertidas sobre livros, é dona das estantes de livros mais invejadas dessa Internet e agora ela vai publicar um livro cuja história se passa numa das épocas mais especiais da vida dela, a faculdade. Já estou aqui ansiosa para ler, então vamos aguardar.


A Mel é outra blogueira e youtuber muito fofa que enche nossos olhos de fofurices com suas fotografias lindas demais. É uma apaixonada por Londres e pelo frio, por nerdices, fotografia, pelo Spock (o cãozinho lindo dela) e claro, por livros, um dos principais assuntos do canal dela. Ela recomenda vários, tanto em português quanto em inglês. Também recebe alguns convidados no quarto dela, que é um dos quartos mais lindos (e fofos) do mundo.


A Bru dispensa comentários, afinal quem não conhece ela? Ela faz vídeos longos de recebidos, viagens, eventos, conta experiências pessoais que viveu na adolescência, cabelo e maquiagem, looks, escreve livros. Enfim, ela documenta quase cada segundo dos seus dias e transforma em vídeos, vale a pena.


Vídeos cheios de rosa, brilho e fofurice, você encontra no canal da Fran. Ela dá altas dicas de como se virar morando sozinha e mostra que não precisa ser assustador, se você souber se organizar, estar preparado financeiramente e principalmente psicologicamente. Ela fala também de estudos, trabalhos, compras, DIY, TAGs, comidinhas, rotinas e tem ainda a fofa da gata dela aparecendo ocasionalmente nos vídeos e sendo linda, a Lili.


Eu me identifico demais com a Paula porque ela é libriana e tímida, assim como eu, e mais um pouco que eu queria ser, estilosa e viajante. Atualmente ela está morando na Austrália com o namorado dela e mostrando que é possível viver uma grande aventura como morar em outro continente sem surtar. Ela responde dúvidas sobre como é morar e estudar no exterior, compras para o novo apartamento dela, passeios e tour pela cidade, dicas e muito mais.


Nos seus vídeos, a Lully fala sobre vários assuntos da contemporaneidade, especialmente sobre cinema. Como ela é formada em cinema, nos seus vídeos ela responde dúvidas sobre como é a faculdade de cinema, se vale a pena, o que é cada termo usado no cinema (como jornada do herói, o que faz o diretor de fotografia, o que é quiprocó, e muito mais), além também de viajar muito e dar dicas do que fazer no Rio de Janeiro (onde ela mora) e também no mundo.


O canal do PC Siqueira foi um dos primeiros que comecei a acompanhar, ou seja, sim, eu assisti a TODOS os vídeos que ele lançou, desde o primeiro update. As opiniões dele sobre assuntos da atualidade são bem peculiares, alguns eu concordo, outros não, mas claro que sempre respeito a opinião de todos. Tenho saudades do tempo em que ele postava com mais frequência, o que não é o caso de agora, mas também não dá para julgar o cara e transformá-lo numa máquina de fazer vídeos sobre qualquer coisa. Independentemente de qualquer coisa, eu vou continuar acompanhando até não sei quando.


Eu já era fã do PC Siqueira por causa do Mas Poxa Vida e também do Otávio que por vezes aparecia nos vídeos do PC, então quando eles criaram esse canal do culinária, eu sabia que não podia perder ver dois amigos bebendo e cozinhando as coisas mais estranhas que por vezes davam certo e outras errado (mas que valeu a tentativa). Pretendo começar a acompanhar mais canais de culinária porque eu me interessei mais por isso depois de começar a assistir Rolê Gourmet. Não que eu seja nenhuma grande cozinheira, mas o PC e o Tavião ensinam coisas fáceis que qualquer um pode fazer, até mesmo EU, que sou um desastre na cozinha, haha.


Esse canal do Tavião é relativamente novo no Youtube, mas que já considero pakas. O Tavião explicou que ele atingiu os 30 anos, olhou para trás e descobriu que haviam várias coisas que ele sempre quis fazer, mas por algum motivo, nunca fez (quem nunca?). Esse canal então trata-se disso, viver coisas pela primeira vez, deixar o medo e a preguiça de lado, descobrir coisas novas, grandes ou pequenas, que ele pode vir a gostar ou não, o importante é descobrir. Gosto bastante das reflexões que ele faz acerca dessas coisas, vale a pena para você refletir sobre a sua própria vida e o rumo que você está tomando.


Também acompanho esse canal desde o primeiro vídeo. Apresentado pelo Felipe Castanhari, o canal relembra várias nostalgias da nossa infância dos anos 90. Também fala de curiosidades e como surgiu várias coisas como a Internet, o celular, a Coca-Cola, a vida e obra de figuras importantes como o Silvio Santos e por aí vai. Costumava ter nesse canal o Virais Semanais, que eu morria de rir (pena que não tem mais). Mas ainda tem o AnimaBITS e desafios muito engraçados com outros youtubers. Enfim, um misto de risadas e saudades.


Todo mundo conhece o Felipe Neto e o antigo Não Faz Sentido. Fui uma das que acompanhou o canal desde o primeiro vídeo revoltado e também fui uma dos que ficaram tristes quando ele parou de fazer esses vídeos, mas fazer o quê. Enfim, agora ele posta aleatoriedades sobre o cotidiano, faz convites para eventos que ele vai, entrevista astros e estrelas, traz convidados para debaterem sobre qualquer assunto atual, dentre outras coisas. Obviamente não é mais a mesma coisa de antes, então não dá para ficar exigindo que ele volte a fazer os vídeos que ele fazia antes, as coisas e pessoas mudam. Mesmo assim gosto de acompanhar esses vídeos novos dele, aleatoriedades.


Já tem muitos anos que acompanhado esse canal. É um canal gringo que foi criado pelas irmãs Hannah e Hilly Hindi, e nele elas postam várias paródias que elas fazem de filmes e séries que estão bombando no momento, acompanhados sempre das músicas que mais estão tocando ou então grandes clássicos. Essas paródias tem toda uma equipe por trás que transformam esses vídeos em grandes produções. Elas estão envolvidas em quase todas as etapas de pré-produção, produção e pós-produção. São dançarinas, maquiadora, cabeleireiras, apresentadoras, dentre vários outros talentos. Normalmente a Hannah é a diretora, enquanto que a Hilly é a atriz principal. Vale muito a pena conhecer.


Enfim, essa lista que fiz é dos canais que acompanho atualmente. Ela está em constante mudança porque eu tanto gosto de estar sempre conhecendo canais novos, como também chega uma hora que eu enjoo do mesmo formato de vídeos que a pessoa faz, e não assisto mais. É normal isso. Um canal eu amo horrores hoje, pode se tornar enjoativo para mim amanhã, nunca se sabe, mas é a vida.

CLIQUE AQUI para saber quais canais estou acompanhando atualmente!



Segredos de um Pecador — Madeline Hunter | BEDA #26

quarta-feira, 26 de agosto de 2015
Série: Os Rothwell #4

Título original: Secrets of Surrender
Autor: Madeline Hunter
Editora: Arqueiro
Gênero: Histórico, Romance
Ano: 2015
Páginas: 240
ISBN: 9788580413823
Lido em: Abril de 2015
Nota: 
Sinopse: Leona Montgomery foi criada na China. Com pai inglês e mãe portuguesa, aprendeu desde cedo a se adaptar aos costumes de outras terras e adquiriu uma cultura e uma sofisticação incomuns às mulheres de seu tempo. Por isso, quando o pai, já viúvo, morreu, deixando os dois filhos em uma situação financeira difícil, Leona assumiu os cuidados do irmão caçula e os negócios da família. Trabalhando pela recuperação da Montgomery & Tavares, ela viajou por diversos países, negociou com homens rudes e enfrentou piratas. Recém-chegada a Londres, agora espera fechar parcerias comerciais e dar sequência a uma investigação que o pai não pôde concluir. Mas estar em Londres significa algo mais. Sete anos atrás, Edmund, um naturalista inglês, deixou Macau à noite, depois de um beijo de despedida que Leona nunca esqueceu, e retornou à Inglaterra. O que Leona não poderia imaginar era que Edmund na verdade é Christian Rothwell, o marquês de Easterbrook, um homem poderoso envolto em mistérios – e que talvez se beneficiasse com o fim das investigações de seu pai. Dividida entre o dever e a tentação, é na cama do marquês que ela fará suas maiores descobertas.

“Com um toque ele pode leva-la à ruína – ou à mais deliciosa perdição.”

Segredos de um Pecador é o quarto e último livro da série Os Rothwell, escrito pela Madeline Hunter. Finalmente o tão aguardado encerramento. Embora eu estivesse ansiosa para ler a história do tão enigmático Rothwell mais velho, também fiquei triste por ser o encerramento dessa série que tanto gostei de acompanhar.

Dessa vez, a história gira em torno de Christian Rothwell, o Marquês de Easterbrook, e Leona Montgomery.

Christian e Leona já haviam se conhecido sete anos atrás, em Macau, na China, quando ela tinha 19 anos. Ele estava viajando pelo mundo para tentar fugir e se distrair de seus problemas internos, quando resolveu parar para ver um amigo, acabando por conhecer a filha dele, Leona. Ele havia se apresentado como Edmund e alegava ser um cavalheiro inglês naturalista e aventureiro. A paixão foi instantânea entre os dois, embora nunca tivessem passado dos beijos, e ele então foi embora, prosseguindo viagem.

Hoje Leona tem 26 anos. Ela tem um irmão mais novo chamado Gaspar. Leona se tornou a principal responsável pelos negócios da família, a companhia de navegação Montgomery & Tavares, depois que seus pais morreram, e cuidou dos negócios até seu irmão atingir a maioridade. Ela vem a Londres para se encontrar com representantes de empresas transportadoras e comerciantes para convencê-los a se associarem à empresa da família no comércio intercosteiro no Oriente.

Christian é considerado estranho e excêntrico, vive recluso em sua casa e mal se dá ao trabalho de se arrumar para receber visitas, inclusive seus próprios irmãos. Há muito tempo que não frequenta os bailes da sociedade, optando sempre pela solidão e o silêncio. Mas quando ouve falar que Leona está em Londres, inúmeras lembranças do tempo que passaram juntos em Macau lhe vem à mente, e não perde tempo para organizar um encontro entre eles.

Eles se envolvem quando Leona pede a ajuda dele para conseguir contatos de comerciantes para ela e também para começar a investigar sobre as desconfianças que seu pai tinha sobre o envolvimento dos ingleses no comércio ilegal que levava Ópio à China. Como essa é uma acusação séria, Leona começa a receber ameaças, e Christian quer fazer de tudo para protegê-la.

E como se não bastasse tudo isso, Christian e Leona também se veem como alvos das principais fofocas da sociedade, que está muito surpresa e curiosa por Christian ter saído mais de casa nos últimos tempos, e tudo por causa de uma moça estrangeira que conseguiu tal façanha.

Apesar de Leona afirmar o tempo todo que logo terá que retornar para Macau, pois seu irmão e a empresa precisam dela, nenhum dos dois consegue mais resistir e se entregam a uma ardente paixão, que se tornará com o tempo cada vez mais angustiante pela partida iminente dela. O desespero e confiança são tanta que Christian acaba por lhe confidenciar seu segredo mais profundo, aquele que explica o motivo de ser tão recluso e estranho.


Christian é aquele Rothwell com a personalidade mais peculiar e estranha, então claro que isso despertou o meu interesse e me deixou muito curiosa para ler esse livro e finalmente entender o motivo que o leva a ser como é. E também gostei bastante de finalmente conhecer alguém como a Leona que se entrega à paixão sem ficar se preocupado com sua honra e com o que os outros vão pensar, e muito menos sem esperar casamento; ela simplesmente queria ficar com ele, então ficou, se permitiu essa liberdade, simples, sem julgamentos de ninguém.

Como sempre, mais um romance muito bem construído. Os livros dessa série não deixam a desejar com relação a conteúdo. Há tantas coisas que acontecem na história para refletirmos, tanto questões políticas como o contrabando e as ameaças de morte, quanto o relacionamento do casal (é possível ficarem juntos?).

Série altamente recomendada para quem está em busca não apenas de um romance histórico muito intenso, mas que também tenha conteúdo, acontecimentos, reviravoltas inesperadas, finais chocantes. Já estou com saudades!


 Rothwell Brothers
1. The Rules of Seduction (2006) – As Regras da Sedução
2. Lessons of Desire (2007) – Lições do Desejo
3. Secrets of Surrender (2008) – Jogos do Prazer
4. The Sins of Lord Easterbrook (2009) – Segredos de um Pecador



[Wishlist] Bolsas e Mochilas | BEDA #25

terça-feira, 25 de agosto de 2015
Bolsa Preta de Camurça e Franjas — Eu namoro essa bolsa transversal há muito tempo. Acho ela perfeita para sair com os amigos, posso carregar o essencial comigo, sem precisar ficar segurando a bolsa na mão, é preto básico e ainda muito chique.



Mochila Bege de Andorinhas — Essa mochila foi a primeira (e única) que eu comprei e uso ela bastante para ir à faculdade. Tecnicamente não faz mais parte da minha wishlist, mas mesmo assim eu só queria mostrar para vocês o quanto ela é linda, pequena, funcional e bem prática, além de ter outros modelos para todos os gostos. Vale a pena!



Mochila Preta Básica — Essa mochila foi a primeiríssima que entrou para a minha wishlist, a que eu desejo há mais tempo, e que infelizmente ainda não pude ter. Ele é básica e discreta, adoro mochilas assim para encher de bottons.




Mochila Xadrez Vermelho Couro Sintético — Se tem uma estampa que eu amo de paixão, é o vermelho xadrez. Tenho um cobertor assim que é o meu xodó, então quando vi essa mochila, não pensei duas vezes em acrescentar à minha wishlist.



Mochila Branca Floral — Outra estampa que eu adoro é o floral, acho tão delicado, tão feminino e tão perfeita. Ela é bem espaçosa e cabe até mesmo um notebook tranquilamente. Quero muito!




Mochila Preto e Branco de Lona — Outra mochila básica, mas dessa vez preto e branco que eu amaria ter com certeza, na ausência da primeira que eu já falei (ou aceitaria as duas também, sem problemas).




Mochila Galaxy — Essa entrou na minha wishlist não tem muito tempo. Eu me encantei com essa estampa galaxy, que também é uma das minhas favoritas. O modelo é o mesmo da mochila de andorinhas que eu já tenho, então sei que ela servirá aos meus propósitos com certeza.




Mochila Preta de Couro com Strass — Eu gamei nessa mochila de couro, tão poderosa, tão chique, tão linda, tão desejável por mim, haha. Eu poderia usar não só para ir à faculdade, mas também para sair com os amigos. Amando e já desejando.




Mochila Xadrez Preto, Branco e Vermelho — Outra mochila xadrez, mas enquanto a outra era apenas preto e vermelho, essa daqui é preto, branco e vermelho. Desejando as duas igualmente.



Mochila de Estampa Étnica Floral de Couro — Gosto de cores básicas como o preto e o branco, então claro que eu adorei essa mochila. Não sou tão chegada assim em estampa vibrante étnica, mas como essa mochila é de cores básicas e neutras, então acabou me chamando a atenção, além dos detalhes em couro, então entrou para a minha wishlist.



Mochila Preta de Cavalos — Estou apaixonada por essa estampa, já que o cavalo não só é o meu animal favorito em todo o mundo desde que me entendo por gente, mas coincidentemente também é o animal chinês do meu signo, então mais do que qualquer outra, essa mochila combinaria demais comigo.



Eu sou uma grande apaixonada por mochilas e bolsas transversais. Eu prefiro sempre andar com conforto e ao mesmo tempo carregar junto a mim tudo o que for necessário, sem ficar segurando nada na mão. Por vezes eu vou no Mercado Livre e fico namorando as mochilas e bolsas de lá, hipsters, que eu acho tão lindas e que não se encontra aqui no Brasil. Montei então essa lista de desejados.

P.S.: Com o tempo, pode ser os links não redirecionem mais para a página de venda de cada mochila, mas se você digitar as características da mochila na barra de pesquisa do Mercado Livre, pode ser que você encontre de outros vendedores.

O que acharam? Gostaram de alguma da lista? Vocês gostam de usar qual tipo de bolsa/mochila?



Theme Base por Erica Pires © 2013 | Livro de Memórias, por Renata Carvalho | Blog no ar desde 03.05.2013 | Versão 2.2 no ar desde 01.01.2014 | Topo