[+QP] Um dia chuvoso numa cabana

quarta-feira, 9 de setembro de 2015
Foto: Zé Nogueira

Nunca passei literalmente um dia chuvoso numa cabana, por isso só posso imaginar como deve ser, com base no meu limitado conhecimento através de histórias que leio nos livros ou os filmes que eu assisto.

Nas histórias fictícias, os personagens chegam molhados e enlameados numa cabana que eles encontram no meio de uma floresta, depois de andarem pela mata durante muito tempo, perdidos. Tudo está indo mal. Eles estão todos molhados, perdidos, e normalmente se odeiam, mas são obrigados e dividirem aquele pequeno espaço enquanto for de noite e estiver chovendo. Eles acendem a lareira, encontram cobertores e comida estocada nos armários da cozinha, dividem tudo, e é assim que aos poucos a raiva vai se transformando, vai passando, e eles passam a se conhecerem melhor. Começam a conversar, colocam todas as cartas na mesa, desabafam, por fim se compreendem e se aceitam. E é assim que no dia seguinte, com o sol e sem mais chuva, os personagens podem sair e procurar o caminho, mas dessa vez transformados, sem mais raiva e amargura um pelo outro.

Faz a gente pensar que as cabanas no meio de florestas são mágicas, se você passar uma noite chuvosa dentro dela, em companhia de alguém que você odeia, no dia seguinte a chuva terá passado e vocês estarão se amando, haha.

Mas histórias à parte, eu gostaria de muito de passar um dia inteiro chuvoso dentro de uma cabana. Algo que fosse bem rústico e confortável, se estivesse frio e tivesse uma lareira acesa e cobertores à minha disposição, melhor ainda. Provavelmente eu me sentaria perto de uma janela e ficaria revezando entre olhar a chuva cair e ler um livro, por vezes bebendo chococino.

Também seria maravilhoso ter a companhia de alguém que eu goste muito. Nós ficaríamos abraçados em frente à lareira, comendo, bebendo e jogando conversa fora. Poderíamos ficar deitados na cama o tempo todo, olhando a chuva cair pela janela. O tempo deveria estar frio e chuva bem intensa. Não sou muito fã de frio, mas abro uma exceção para essa situação em particular.

Passar um final de semana assim para relaxar seria perfeito, seja em comemoração a alguma coisa ou por motivo nenhum, não importa. Ainda quero (e vou) fazer isso alguma vez na minha vida.

Renata Carvalho
(17.10.2015)


Eu não sou muito de inventar histórias com personagens fictícios. Gosto mais de escrever coisas reais sobre mim mesma, coisas que já passei ou que quero passar, meus sonhos, medos, vontades, pensamentos, desabafos. É por isso que a maioria dos meus posts no desafio Mais Que Palavras são assim.

O +QP (Mais Que Palavras) é um grupo no facebook que propõe temas mensais de escrita para desenvolvermos mais nossa criatividade na hora da dissertação de textos, contos, crônicas, poesias e o que mais quisermos. É um empurrãozinho para sairmos da nossa zona de conforto e nos aventurarmos a bolar textos cada vez mais elaborados e criativos. Todo mês é selecionado um tema, mediante votação, e você tem até o último dia do mês para publicar seu texto no seu blog. Para saber mais, conheça o grupo.

Um comentário:

  1. Achei bacana você usar o tema de uma forma diferente, falar sobre uma vontade sua. Cabanas assim dão margem pra história, né? Mas é como você disse... geralmente é algo assim. Acho o elemento cabana + chuva bastante interessante, mas acho que me surpreenderia mais caso surgisse uma história nesse ambiente mas com uma proposta diferente de tudo o que estamos acostumados. Como poderia ser isso, hein? haha
    E você tem razão: passar um fim de semana do jeito que você descreveu parece perfeito. Quem sabe alguma hora dessas isso não aconteça, né?

    Baú de Canto

    ResponderExcluir

Muito obrigada pela visita!
Se deixar seu blog/site junto com seu comentário, terei o maior prazer em retribuir a visita. ^^

Theme Base por Erica Pires © 2013 | Livro de Memórias, por Renata Carvalho | Blog no ar desde 03.05.2013 | Versão 2.2 no ar desde 01.01.2014 | Topo