[Desafio das 52 semanas] Semana 30: Fico impaciente com pessoas que…

segunda-feira, 27 de julho de 2015
1. São mal-educadas no metrô
Gente que fura fila para entrar no metrô ou que sai empurrando quando a porta abre; gente que segura a porta do metrô para o amiguinho entrar e atrasa a viagem de todo mundo; gente que não vai descer na próxima estação, mas que também não sai da porta; gente que fica parado do lado esquerdo na escada rolante e, portanto, não dá passagem para quem está com pressa; gente que não oferece o lugar para o idoso sentar (independente se é assento preferencial ou não). Enfim, é um show de falta de educação o que se vê no metrô de São Paulo.


2. Reclamam de tudo
Gente pessimista que adora reclamar da própria vida e dos outros, como se alguém estivesse super interessado em ouvir. Não estou nem um pouco a fim de ouvir coisas negativas, a injustiça que você sofreu do seu chefe, o quanto todos os homens do mundo são machistas, o quanto todas as mulheres do mundo são falsas e venenosas, o podre de alguém, o quanto acha que nunca se dará bem na vida. Guarde sua negatividade para você, obrigada, de nada!


3. Não chegam no horário certo
Eu acho uma incrível falta de educação me atrasar para um compromisso, eu fico pensando na pessoa com quem combinei de me encontrar esperando lá sozinha. É por isso que sempre me programo para me arrumar e sair de casa no horário certo, já calculando o tempo que vou levar para chegar no local, e assim chegar na hora certa. Portanto, se eu consigo me organizar, por que você não? Não tenho a menor paciência com gente atrasada que não organizou o próprio tempo.


4. Jogam lixo no chão
Acho muita hipocrisia da parte das pessoas que dão discursos por aí de que não se deve jogar lixo no chão, mas quando está sozinho costuma fazer isso como se fosse a coisa mais normal do mundo. Depois vem reclamar de enchentes. Se eu não encontro uma lixeira por perto, eu SEMPRE guardo o lixo na minha mochila, para quando encontrar uma lixeira, poder jogar fora. Não é tão difícil assim gente, e eu já fico com uma grande sensação de tranquilidade por estar, no mínimo, fazendo a minha parte.


5. Ficam perguntando dos “namoradinhos”
Sinto muito, mas essa vai para as tias, haha. Eu não só acho que é chato e inconveniente ficar perguntando da vida pessoal dos outros desse jeito, mas também há casos em que a pessoa não se sente confortável em responder. Eu não ligo de estar solteira e por isso respondo (pela milésima vez) para as tias que não estou com ninguém, mas elas insistem e perguntam “mas não tem nenhum ‘peguete’ sequer?”. Deixem a vida pessoal das pessoas em paz! Quando elas estiverem namorando, elas vão apresentar para os amigos e familiares, mas até lá, pare de insistir e pressionar.


2 comentários:

  1. Eu concordo com tudo que você falou. Principalmente sobre reclamar de tudo, porque todo mundo tem problemas, mas não vai ser os espalhando por aí que eles vão ser resolvidos, né? Eu não entendo o que uma pessoa que vive reclamando ganha com isso. Tenho um amigo que reclamava até do vento, fui dando uns toques e até que ele tem melhorado, mas de vez em quando tem uns surtos que sai reclamando de tudo. O pior é que isso não os faz felizes e ainda por cima nos deixam irritadas.
    Sobre horário, eu já fui a atrasada em questão, mas depois de alguns puxões de orelha que a vida nos dá, aprendi que dá sim pra chegar no horário sempre e é o que eu venho tentado fazer esses últimos meses.
    Mal-educados no metrô é uma particularidade que eu já me acostumei. Nem ligo mais. Antes eu ficava com muita raiva, mas hoje foco só no destino final, porque se eu ficar ligando pra tudo que vejo de errado em transporte, vou ter um ataque, haha.

    Beijos, Sel | Quinta Gaveta ♥

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu também sou dessas, tento ao máximo não me estressar com a falta de educação das pessoas por aí, tomo conta da minha vida, mas tem coisas que não dá pra ignorar..... Só tendo muita paciência mesmo viu hahaha

      Beijos!

      Excluir

Muito obrigada pela visita!
Se deixar seu blog/site junto com seu comentário, terei o maior prazer em retribuir a visita. ^^

Theme Base por Erica Pires © 2013 | Livro de Memórias, por Renata Carvalho | Blog no ar desde 03.05.2013 | Versão 2.2 no ar desde 01.01.2014 | Topo