[Degustação de Livro] Dez Coisas que Aprendi Sobre o Amor — Sarah Butler

sexta-feira, 31 de julho de 2015
Recebi, dessa vez por e-mail, mais uma prova de livro da Editora Novo Conceito. Trata-se de Dez Coisas que Aprendi Sobre o Amor, o primeiro livro de Sarah Butler, uma atriz estadunidense.

Sabe aquelas histórias que você lê só o comecinho dela, mas já sabe que vai se apaixonar? Tive a impressão que é uma história altamente tocante e que te deixa bastante emotivo. O tipo que te faz refletir sobre os acontecimentos pelos quais os personagens passam. A história se passa em Londres, o que já é um ponto a mais no meu quesito de histórias lindas.

O livro vai contar a história de Alice, uma moça que está de volta à casa de sua família porque recebeu a notícia de que seu pai está muito doente, ele tem câncer. Desde que sua mãe morreu, Alice se afastou de seu pai e suas irmãs mais velhas, não consegue mais se conectar com todos eles, e por isso ela passou a manter-se distante, viajando para lugares longínquos. Mas agora que está de volta, ela se sente uma estranha na vida daquelas pessoas e não sabe muito bem como agir.

Temos também a história de Daniel, um morador de rua de quase sessenta anos. Ele conta como é a sua vivência numa sociedade que faz de tudo para ignorá-lo, e ele precisa fingir que é invisível para todos. Ele sente muitas saudades de sua filha, que ele nunca conheceu.

Mas uma coisa que esses dois personagens têm em comum é a mania de fazer listas com dez itens de coisas que gostariam de fazer, de dizer para alguém, que os tornam felizes ou tristes.

Achei a capa do livro magnífica! O céu estrelado, Londres ao fundo, brilhos e flores. Chama bastante a atenção e com certeza chamaria a minha numa livraria.

Para já entrar no clima da história, eu também fiz uma lista com 10 coisas que eu sei sobre o amor:
  1. Você não ama alguém pela beleza, o nome disso é desejo. Você não ama alguém pela inteligência, o nome disso é admiração. Você não ama alguém porque é rico, o nome disso é interesse. Você ama alguém sem saber porque, isso sim se chama amor.
  2. Não é o amor que sustenta o relacionamento, é o modo de se relacionar que sustenta o amor.
  3. O amor pode desaparecer, e nem sempre há um motivo. Se alguém termina com você, isso não significa que você tenha falhado de alguma forma ou que você seja uma pessoa ruim.
  4. Você não é obrigado a “provar” o seu amor por ninguém. Se alguém te pede isso, é porque essa pessoa não te ama de verdade
  5. Amor não é sexo e sexo não é amor. O sexo pode fazer parte do amor, mas não é algo obrigatório.
  6. O amor desperta o sentimento de cuidar de alguém, de proteger; e esse sentimento pode assumir diversas formas (romântico, familiar, simpático).
  7. Amor não é apenas amar outra pessoa, mas também a si mesmo.
  8. Estar com uma pessoa amada alivia o estresse e te faz se curar mais rápido de alguma doença.
  9. Não há uma só pessoa no mundo para amar, mas várias.
  10. O amor não machuca. Abusos físicos e/ou emocionais não fazem parte do amor.

Espero que tenham gostado e que estejam tão ansiosos para ler o livro quanto eu! :)

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Muito obrigada pela visita!
Se deixar seu blog/site junto com seu comentário, terei o maior prazer em retribuir a visita. ^^

Theme Base por Erica Pires © 2013 | Livro de Memórias, por Renata Carvalho | Blog no ar desde 03.05.2013 | Versão 2.2 no ar desde 01.01.2014 | Topo