[Literatura] Amante Vingado — J.R. Ward

terça-feira, 15 de julho de 2014
Série: Irmandade da Adaga Negra #7

Título original: Lover Avenged
Autor: J.R. Ward
Editora: Universo dos Livros
Gênero: Romance/Hot/Sobrenatural
Ano: 2011
Páginas: 720
ISBN: 9788579302640
Lido em: Abril de 2014
Nota: 
Sinopse: Nas sombras da noite de Caldwell, Nova York, desenvolve-se uma furiosa guerra entre os vampiros e os seus assassinos. Há uma Irmandade secreta, sem igual, formada por seis guerreiros vampiros, defensores de sua raça. Enquanto eles defendem a raça dos redutores, a lealdade de um vampiro especial será posta a prova - e sua perigosa natureza será revelada... Rehvenge sempre manteve distância da Irmandade, pois guarda um letal segredo que poderia fazer dele uma arma na guerra contra os redutores. E enquanto as conspirações dentro e fora da Irmandade ameaçam revelar a verdade sobre o ele, Rehv se aproximará da única luz que clareia seu mundo de escuridão e jogos de poder, Ehlena, uma vampira que nunca conheceu a corrupção e traição... é a única que pode salvá-lo da destruição eterna.

AVISO: Há spoilers dos livros anteriores.

O sétimo livro da série, Amante Vingado, vai contar a história de Rehvenge e Ehlena.
Outras participações importantes também são Xhex, John, Warth, Beth, Lash e Bella.

Rehvenge não pertence à Irmandade da Adaga Negra, mas é um amigo próximo dos guerreiros. Ele é dono das boates ZeroSum e Iron Mask, lugares frequentemente visitados por eles, cheios de bebidas, sexo e música alucinante. Os seguranças dessas boates de sua maior confiança são Xhex, Trex e iAm.

Ele é metade sympatho que são criaturas más e descontroladas. Rehvenge precisa estar sempre se drogando com dopamina para se manter são, do contrário seu lado mau aflora, ele tem tendências psicopatas. Seu lado obscuro poderia assumir o controle e fazer de seus amigos e inimigos meras peças de xadrez que ele poderia controlar com suas palavras e ações.

De tanto ter que tomar dopamina, seu corpo ficou fraco a ponto de quase não conseguir se manter em pé, precisando se apoiar numa bengala.
Seu corpo também se tornou fraco depois de 25 anos tomando ferroada de escorpião. Uma vez por mês ele é obrigado a ter sexo com uma chantagista, em troca de que ela guarde seu segredo, caso contrário ela o denunciaria para o conselho por ser um sympatho e ele seria deportado para longe. A chantagista usa dois escorpiões como brincos que acabam picando Rehv ao final do sexo. O veneno o tem deixado cada vez mais vulnerável e fraco.

De tão fraco que está, muitas vezes ele é trazido ao hospital por Xhex. Ele já conhecia a enfermeira Ehlena de suas visitas anteriores, ele sempre a olha toda vez que vai ao hospital e sempre a vê como sua, embora reconheça que eles são muito diferentes e não a culpa por querer afastar-se dele.

Ehlena é uma vampira. Trabalha como enfermeira na clínica de Havers. Ela costuma cuidar do próprio pai que está doente, é esquizofrênico, e que às vezes tem ataques de pânico por causa de umas alucinações. Moram numa casa própria, mas já foram muito ricos, ele é um aristocrata por linhagem.

Ela é selecionada para verificar como Rehv está quando ele chega na clínica. Ela e as outras enfermeiras se sentem inquietas, com medo da presença dele, mas alguém tem que ir vê-lo. Ehlena vai e ele fica com gracinhas para cima dela, o que é estranho porque as outras enfermeiras contam que ele costuma ficar quieto, sério.

Apesar de saber que ele não merece Ehlena, Rehvenge não consegue evitar cortejá-la, falar com ela, convidá-la para sair.
Ela é muito inocente, pura, boa, enquanto que ele tem esse lado mau sympatho e administra uma boate que vende drogas, bebida alcoólica e muito sexo.
Apesar de se sentir um pouco receosa com relação à Rehv, Ehlena não consegue deixar de querer ficar perto dele, conhece-lo melhor, ela sente que ele pode ser muito protetor.


Warth não suporta ser apenas o rei e cuidar de toda a burocracia. Ele sai às vezes sem ninguém saber para lutar e matar alguns redutores. Beth descobre e fica sem falar com ele, o que o deixa muito mal e com dor de cabeça por tudo isso. Ele também não quer que Beth engravide, pois tem pavor que ela morra no parto.
Uma cegueira toma conta de Warth de vez em quando, o que deixa a todos preocupados, e a ele também com a possibilidade de nunca mais ter o vislumbre do rosto de Beth.

John tem certeza que Xhex quer ele tanto quanto ele a quer. Ele descobre que ela é uma sumpatho e decide não denunciá-la, pois a ama. Ele perde a virgindade com ela, mas as coisas não vão muito bem depois, o que o faz tomar a decisão de largar de ser marica, se tornar homem e deixar sua inocência para trás.

Lash é o filho do Ômega e o rei dos redutores, enquanto que o Senhor D é seu conselheiro que faz tudo. Ele começa a matar aos poucos todos os membros da glymera (aristocracia dos vampiros). Inclusive tem planos para matar Rehv também, já que ele foi nomeado o líder. Seu maior objetivo é matar Quinn que tentou mata-lo.

Tohrment voltou para a irmandade, mas continua abatido por estar vivo quando tentou se matar, mas Lassiter o salvou. Ele fica sabendo que a própria Wellsie mandou Lassiter (que é um anjo) para salvar Tohr e protege-lo. Depois dessa informação, finalmente Tohr acorda para a vida, para de sentir pena de si mesmo e agora quer superar e seguir em frente.

Madalina é a mãe de Rehvenge e Bella. Os três conversam e Rehv conta a verdade de sua vida para as duas.


Comparado aos livros anteriores, até que esse foi razoavelmente melhor. Não chegou a ser tão bom assim, mas já é alguma coisa. Confesso que já estou ficando um pouco cansada desses homens que vivem choramingando o quanto são maus e que nada pode salvá-los, demorando assim para que a moça tenha um trabalho em dobro para convencê-los de que ela os ama. Foi legal no começo, mas depois de tantos livros a mesma coisa, acaba cansando.

Bom, mas foi legal finalmente poder acompanhar a história de alguém que não pertence à Irmandade e que eu simpatizei um pouco. Rehv fica sim lamentando sua natureza, mas eu acho que ele sim tem motivos para isso, faz parte de quem ele é, já nasceu assim e não pode mudar isso, mas pode aprender a conviver com isso, e é o que ele faz quando está perto de Ehlena.

Eu também gostei nesse livro de termos uma pequena participação do Warth e da Beth, é como se fosse a continuação da história deles, mostrando que a vida deles não é perfeita, passam por vários obstáculos, mas aprendem a seguir em frente juntos. O que é bem melhor do que o John e companhia que já está me cansado de verdade.

Mas vamos ver como continua a série daqui pra frente.


A Série:

Black Dagger Brotherhood
1. Dark Lover (2005) – Amante Sombrio
2. Lover Eternal (2006) – Amante Eterno
3. Lover Awakened (2006) – Amante Desperto
4. Lover Revealed (2007) – Amante Revelado
5. Lover Unbound (2007) – Amante Liberto
6. Lover Enshrined (2008) – Amante Consagrado
7. Lover Avenged (2009) – Amante Vingado
8. Lover Mine (2010) – Amante Meu
9. Lover Unleashed (2011) – Amante Libertada
10. Lover Reborn (2012) – Amante Renascido
11. Lover At Last (2013) – Amante Finalmente
12. The King (2014)
Bônus: The Black Dagger Brotherhood: An Insider's Guide (2008) – Irmandade da Adaga Negra: Guia Oficial da Série


Follow Me:

Um comentário:

  1. Eu curti a história mas não conhecia nem os anteriores, pelo que me lembro o.O

    Beijos,

    Talita
    www.cerejarocks.com
    www.lojacerejarocks.com

    ResponderExcluir

Muito obrigada pela visita!
Se deixar seu blog/site junto com seu comentário, terei o maior prazer em retribuir a visita. ^^

Theme Base por Erica Pires © 2013 | Livro de Memórias, por Renata Carvalho | Blog no ar desde 03.05.2013 | Versão 2.2 no ar desde 01.01.2014 | Topo