[Blogagem Coletiva] A primeira vez que eu ouvi minha banda favorita

segunda-feira, 7 de julho de 2014
Este post faz parte do Rotaroots, um grupo de blogueiros saudosistas que resgata a velha e verdadeira paixão por manter seus diários virtuais. Todas as minhas postagens são da minha infância e/ou adolescência e vão até o ano de 2008, quando fiz 18 anos. Para ler todos os meus posts do Rotaroots, clique aqui. Quer participar? Então faça parte do nosso grupo no Facebook e inscreva-se no Rotation.

» No mês do Rock, vamos falar sobre a primeira vez que você ouviu sua banda favorita. Qual foi seu sentimento? Aonde você estava? O que fez com que você virasse fã? Conte para seus leitores.



Apesar de eu ser uma garota que ama principalmente música pop, eu escuto bastante sim e gosto muito de rock. E quando se trata da minha banda favorita, não tem como eu não falar de Legião Urbana.

Já falei um pouco do meu amor por essa banda aqui e aqui, mas como a Blogagem Coletiva do Rotaroots desse mês nos pede para falarmos exclusivamente da nossa banda favorita, vocês terão que me aguentar falando mais um pouco disso, hahaha.

Meus pais sempre foram muito fãs de Legião Urbana e do Renato Russo, o vocalista da banda. Curtiam bastante as músicas dele e estavam sempre comprando todos os discos, depois começaram a comprar os CDs que foram saindo. Não chegaram a ter todos já lançados, mas eles chegaram perto disso. E até hoje eles tem aqui em casa guardado os discos e os CDs.

O respeito e a admiração dos meus pais pelo Renato Russo era tão grande que eles resolveram dar o nome dele para o primeiro filho deles que nascesse. Se fosse menino, se chamaria Renato, e se fosse menina, seria Renata. E foi assim que eu ganhei o meu nome.


Claro, sendo bastante influenciada pelos meus pais, seria impossível eu ouvir milhares de vezes todas as músicas e não gostar também. Cresci ouvindo Legião Urbana e me apaixonando também. Quando não eram meus pais que colocavam algum CD no rádio para tocar, era eu, quase todos os dias. Uns anos mais tarde nasceram minhas duas irmãs mais novas, e claro que elas também acabaram gostando bastante das músicas ouvindo sempre.

Acho que nem tenho como selecionar todas as minhas músicas favoritas porque eu devo acabar falando de quase todas já feitas, mas tenho um carinho especial por “Pais e filhos”, “Ainda é cedo”, “Antes Das Seis”, “Eduardo e Monica”, “Faroeste Caboclo”, “Geração Coca-Cola”, “Giz”, “Há Tempos”, “Marcianos Invadem a Rua”, “Por Enquanto”, “Quando O Sol Bater Na Janela Do Teu Quarto”, “Que País É Este?”, “Sereníssima”, “Será”, “Índios”, “Tempo Perdido” e principalmente “Mais Uma Vez”.

E acreditem, eu sei cantar todas essas de cor e salteado, de trás pra frente.



É realmente uma grande pena que tenha acabado, porque eu iria amar ir em um show deles. Cantar junto músicas que foram feitas há mais de vinte anos atrás, mas que continuam me arrepiando e emocionando até hoje.


Follow Me:

2 comentários:

  1. Hey
    Adoro também, vício que passou de família.
    Meu sempre escutava, dai deu os Cds todos pra mim.. ele pretendia doar, mas fiquei.
    Adoro esse Presente do Renato ♥

    bjs e uma ótima quinta
    Nana - Obsession Valley

    ResponderExcluir
  2. Gente *_* vc é fã mesmo deles que lindo..
    Eu nunca curti a banda, apesar das letras do renato serem lindas e inteligentes
    Mas ouvia, pq minha irmã sempre foi apaixonada por eles *_*

    Beijos

    ResponderExcluir

Muito obrigada pela visita!
Se deixar seu blog/site junto com seu comentário, terei o maior prazer em retribuir a visita. ^^

Theme Base por Erica Pires © 2013 | Livro de Memórias, por Renata Carvalho | Blog no ar desde 03.05.2013 | Versão 2.2 no ar desde 01.01.2014 | Topo