[Blogagem Coletiva Extra] Conselhos que minha mãe me deu

domingo, 11 de maio de 2014
...e eu nunca segui.

Este post faz parte da blogagem coletiva do Rotaroots, um grupo de blogueiros saudosistas que resgata a velha e verdadeira paixão por manter seus diários virtuais. Para ler todas as blogagens coletivas do Rotaroots, clique aqui. Quer participar? Então faça parte do nosso grupo no Facebook e inscreva-se no Rotation.

Em homenagem ao dia das mães, nada mais justo do que uma blogagem coletiva bem humorada dedicada a elas.



Minha mãe já me deu milhares de conselhos durante toda a minha vida, eu pedindo ou não, e continuará dando até o resto da minha vida.
Eu sei perfeitamente bem que ela tem muito mais experiência de vida do que eu, por isso eu não penso duas vezes em seguir os conselhos dela, porque eu sei que ela sabe o que está dizendo e só quer o meu bem.
Então os conselhos a seguir são os que ela me deu e que eu sempre segui (ou tentei seguir) sem questionar, porque confio cegamente nela.

A seguir, apenas dez dos milhares de conselhos que ela já me deu na vida:


Vai dormir e descansar que amanhã tudo se resolve
Muitas vezes eu já desabafei com ela, reclamando de algum exercício da escola que eu não estava conseguindo fazer ou que nada entrava na minha cabeça quando eu tentava estudar. Minha mãe sempre me aconselhou a ir dormir e descansar, relaxar a mente, não pensar em nada, que no dia seguinte eu poderia ver o problema de forma mais clara, e não é que sempre deu certo?

Saia mais de casa e vá conhecer pessoas
Acho que esse é o único conselho da minha mãe que eu não sigo muito. Acontece que nós duas somos muito diferentes nesse aspecto. Ela acha que quando eu for mais velha, vou me arrepender de não ter saído mais com os amigos, me divertido, conhecido novas pessoas. Acontece que eu gosto muito de ficar em casa e não gosto muito da ideia de ter que me arrumar toda e sair. Claro que eu reconheço que seria muito bom sim conhecer gente nova e eu deveria trabalhar mais isso em mim.

Aconteça o que acontecer, fique sempre de cabeça erguida numa discussão
As pessoas sempre ficam exaustadas numa discussão, ficam bravas e já não pensam mais com clareza, começam a soltar qualquer coisa que venha a suas cabeças, coisas que já não são muito boas num momento como esse. Minha mãe sempre me aconselhou a parar de discutir, respirar fundo, se acalmar e só então lidar com as pessoas de forma lógica e racional. Afinal, se também esquentarmos a cabeça, a discussão não vai levar a nada e todo mundo perde a razão.

Não use calcinha velha. Nunca se sabe quando você vai parar no hospital ou quando você “se dará bem”
Só mãe mesmo para dar esse tipo de conselho, afinal, nunca se sabe. E não é que elas têm razão? Hahaha

Seja sempre correta e honesta, jamais passe por cima de alguém para conseguir algo. As coisas vão fluir naturalmente para você
De gente egoísta esse mundo já está cheio, e ele não precisa que eu me torne mais uma. Ela sempre me ensinou que tudo o que tiver de ser meu, será, e se não for, não era para ser. Claro que devo sempre lutar por aquilo que eu sonho, mas nunca prejudicando ninguém para isso. A pessoa mais merecedora e batalhadora vai conquistar aquilo pelo qual ela mais correu atrás, já a outra pessoa, se não ganhou, é talvez porque não mereceu tanto assim ou porque já existe outra coisa, algo melhor, destinado a ela. Eu acredito nisso.

Rodeie-se sempre de pessoas positivas e se afaste das negativas
Infelizmente pessoas negativas e pessimistas também tem aos montes por aí, e minha mãe dizia que eu não preciso disso para me colocar para baixo. Pessoas positivas tem muito a oferecer e eu posso acabar me contagiando também com essa energia, o que é ótimo! Ninguém aguenta e muito menos merece ficar do lado de gente que reclama de tudo.

Estude e corra atrás do que você quer. Nada vai cair do céu para você
Verdade absoluta! Se tem uma coisa que minha mãe me ensinou é nunca ficar esperando nada de ninguém, que se eu realmente quiser alguma coisa, eu que devo correr atrás, estudar, trabalhar e conquistar aquilo com o meu próprio mérito.

Leve o guarda-chuva e/ou uma blusa de frio
Tá certo que minha mãe sente frio até mesmo quando faz 25 graus, e que se ela está com frio, ela acha que todo mundo tá com frio também, mas mesmo assim, nunca se sabe quando o tempo vai mudar radicalmente, ainda mais aqui no Brasil que não existe meio termo. Não custa nada levar uma blusa e/ou um guarda-chuva, se não for usar, é só deixar na bolsa.

Nunca vá na onda dos amigos, seja você mesma e faça somente aquilo que você gosta
Nunca pensei que teria que seguir esse conselho até meus 15 anos, pois antes disso eu fazia o que bem quisesse e pronto. Mas a partir daí, quando fiz amigos novos, fiquei surpresa com o quanto eles tentam te influenciar para fazer qualquer coisa, é uma espécie de pressão, que se você não fizer aquilo, você é a única do grupo que está separada, que não se encaixa, e todos sabemos o quanto é importante nos sentirmos parte de alguma coisa. Eu tento ao máximo não me envolver com algo que eu não acho certo ou não quero e não ligar muito para o que os outros vão pensar de mim.

Seja um exemplo para todos ao seu redor e principalmente para seus futuros filhos
Minha mãe me ensinou que não adianta cobrar algo dos outros sendo que eu mesma não faço aquilo ou não sou daquele determinado jeito. O certo mesmo é dar o exemplo para mostrar que é possível. Um chefe apenas manda os outros fazerem as coisas, já um líder mostra como se faz e incentiva. E claro, eu tenho e quero ser motivo de orgulho, admiração e exemplo para meus futuros filhos. Acredito que a opinião deles vai valer para mim mais do que a de qualquer outro conhecido ou desconhecido.


Follow Me:

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Muito obrigada pela visita!
Se deixar seu blog/site junto com seu comentário, terei o maior prazer em retribuir a visita. ^^

Theme Base por Erica Pires © 2013 | Livro de Memórias, por Renata Carvalho | Blog no ar desde 03.05.2013 | Versão 2.2 no ar desde 01.01.2014 | Topo