Nova coluna: Adaptações

domingo, 27 de outubro de 2013








Quem aqui não ama ver seu livro favorito adaptado para as telas do cinema (ou em forma de seriado)?
Sendo o resultado satisfatório ou não, todo mundo quer ver seus personagens favoritos, que já conhecem tanto, ganhar um rosto como se fosse a vida real.
Vamos relembrar de alguns livros que foram adaptados?

Foram adaptados faz tempo: Harry Potter, saga Crepúsculo, O Senhor dos Anéis, Querido John (e vários outros do Nicholas Sparks), Branca de Neve e o Caçador, O menino do pijama listrado, O Diabo Veste Prada, A Garota da Capa Vermelha, Marley & Eu, Orgulho e Preconceito, Percy Jackson, Como Treinar o seu Dragão, Coração de Tinta, O Diário da Princesa...

Recentemente adaptados (lançados há pouco tempo ou prestes a lançar): A Hospedeira, Dezesseis Luas, Meu Namorado é um Zumbi, Anna Karenina, Um Dia, Água para Elefantes, Jogos Vorazes, O Hobbit, O lado bom da vida, Cidade dos Ossos, O Grande Gatsby...

Futuras adaptações: Cinquenta Tons de Cinza, A Culpa é das Estrelas, A menina que roubava livros, O Pacto, Feios, Divergent, Delírio, Fallen, Legend, The Maze Runner, Vampire Academy, Como eu era antes de você, Extraordinário...

Devo estar me esquecendo de vários outros, mas são tantos que acabaram passando despercebidos.

O problema é que nós criamos muitas expectativas em cima de algo que já deveríamos ter aprendido que não irá trazer resultados exatamente iguais aos que a gente imaginou.
Amamos muito determinado livro e ficamos contentes ao saber que ele será transformado em filme, colocamos muita expectativa e aguardamos ansiosamente, apenas para, no final quando formos assistir, descobrirmos que várias cenas tão amadas por nós ficaram de fora ou foram adaptadas para ficarem mais curtas na tela, e assim acabamos nos decepcionando.

Por mais que nos custe acreditar ou aceitar, é completamente impossível adaptar 100% de um livro se ainda quisermos um filme de duas horas.
Há quem diga que não se importaria de assistir um filme que tivesse cinco ou seis horas, desde que todas as cenas do livro, sem exceção, estivessem ali.
O fato é que para um filme ter uma ótima bilheteria, ele precisa estar acessível não apenas aos amantes do livro em que ele foi baseado, mas também ao público em geral, ou seja, àqueles que não leram o livro, e portanto não fazem a menor ideia do que esperar.
Um livro pode ser lido em vários dias, mas é difícil encontrar pessoas que estão dispostas a assistir um filme que extrapole duas horas e meia.

Infelizmente um filme adaptado não deve buscar apenas a demanda dos leitores do livro em que ele foi baseado, mas sim do público em geral. É preciso achar um meio-termo.
Apenas com a bilheteria dos adeptos do livro, nenhum filme rende, não haveria continuação (caso fosse uma série) e seria considerado um fracasso de bilheteria, por mais que os fãs, e apenas eles, tivessem aprovado.

Segundo Bráulio Mantovani (roteirista brasileiro, autor de “Tropa de Elite”, “Cidade de Deus”, entre outros): “Em uma obra literária, um segundo de ação prática pode se desenrolar por cem páginas, visto que o autor lança mão de descrições minuciosas acerca dos sentimentos do personagem, do estado físico em que se encontra etc. Em um filme, um segundo de ação prática significa um segundo de ação prática. Ponto final.

É inegável que Literatura e Cinema são duas expressões de arte absurdamente diferentes entre si, mas que realizam um grande intercâmbio de ideias devido a um fato bastante óbvio: são duas expressões que se alimentam basicamente da narrativa clássica.
Por serem próximas e por ambas narrarem histórias, os leitores/expectadores pensam que deveriam contar as histórias da mesma forma, e se esquecem das diferenças entre Literatura e Cinema.

O importante é não esquentar a cabeça com isso. É preciso aceitar que mudanças na adaptação com certeza ocorrerão. Não criar muitas expectativas é essencial e aceitar o que virá é importante.

Por mais que Literatura e Cinema sejam parecidos, eles não são a mesma coisa, por isso devemos aceitar cada um como são.

4 comentários:

  1. Mal posso esperar para assistir a adaptação do livro A culpa é das estrelas e A menina que roubava livros. ♥
    Adorei o post e parabéns pelo blog ;)

    Beijos
    http://www.culturaliteraria.com/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Também estou aqui morrendo de ansiedade por esses dois filmes. Vou chorar muito no cinema! hahaha

      Beijos!

      Excluir
  2. Não estou conseguindo segurar a ansiedade de ver Em chamas na semana que vem aqui no Rio, e A menina que roubava livros. Quero muito ver o filme. Já estou pirando.

    Te convido a participar da promoção: The Selection - AUTOGRAFADO!
    http://maravilhosasdescobertas.blogspot.com.br/2013/10/promocao-selection-autografado.html

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Também estou aqui contando os dias para Em Chamas, vai ser demaaaais! *-*
      E eu devorei o livro A menina que roubava livros, então já estou pirando, parece que ainda está tão longe. D=
      Amo adaptações! <3

      Beijos!

      Excluir

Muito obrigada pela visita!
Se deixar seu blog/site junto com seu comentário, terei o maior prazer em retribuir a visita. ^^

Theme Base por Erica Pires © 2013 | Livro de Memórias, por Renata Carvalho | Blog no ar desde 03.05.2013 | Versão 2.2 no ar desde 01.01.2014 | Topo