O Duque e Eu — Julia Quinn

domingo, 30 de junho de 2013
Série: Os Bridgertons #1

Título original: The Duke and I
Autor: Julia Quinn
Editora: Arqueiro
Gênero: Histórico, Romance
Ano: 2013
Páginas: 288
ISBN: 9788580411461
Lido em: Junho de 2013
Nota: 
Sinopse: Pode haver um desafio maior do que um duque solteiro?Simon Basset, recém-nomeado duque de Hastings, está prestes a pedir a mão de Daphne Bridgerton em casamento. Daphne é irmã de seu melhor amigo e quase uma solteira, mas comente eles dois conhecem a verdade... Tudo não passa de um plano, com dois intuitos: proteger o charmoso duque dos avanços das moças solteiras e aumentar as chances de Daphne de conseguir um bom partido, depois de ter sido cortejada por um duque.No entanto, enquanto Daphne valsa pelo salão de baile nos braços de Simon, fica difícil se lembrar de que aquele romance é apenas uma encenação. Daphne não tem certeza se é o sorriso sedutor de Simon, ou se é o jeito como ele olha para ela, mas a verdade é que ela está se apaixonando... de verdade! E agora, ela precisa fazer o impossível para convencer o atraente duque de que o plano que ambos tão bem arquitetaram merece uma ligeira alteração, e que talvez os dois descubram que pode ser bem melhor e eficaz se a farsa se transformar em realidade...

O Duque e Eu é o primeiro livro da série Os Bridgertons, escrito pela Julia Quinn. Cada livro contará a história de um irmão dessa família que são um total de oito filhos. A história se passa na Inglaterra do século XIX.

Violet Bridgerton é viscondessa e a matriarca dessa família. Seu marido Edmund morreu jovem e coube a ela colocar todos os filhos na linha e principalmente atormentá-los para arranjar bons casamentos, ora usando chantagem emocional e ora sendo bastante firme, mas sempre extremamente preocupada com eles e disposta a ajuda-los. Seus oito filhos são: Anthony, Benedict, Colin, Daphne, Eloise, Francesca, Gregory e Hyacinty.

Os Bridgerton são, sem dúvida, a família mais fecunda nos escalões superiores da sociedade. Tal diligência por parte da viscondessa e do finado visconde é elogiável, embora se possa chamar apenas de banal a escolha dos nomes de seus filhos. Anthony, Benedict, Colin, Daphne, Eloise, Francesca, Gregory e Hyacinth – a ordem, claro, é benéfica em todas as coisas, mas é de se pensar que pais inteligentes sejam capazes de manter os filhos na linha sem necessidade de ordenar os nomes pelo alfabeto.” — Página 17

Todos os capítulos de todos os livros são iniciados pelos relatos da misteriosíssima Lady Whistledown, uma autora secreta de um jornal que abala a alta sociedade com sua coluna de fofocas sobre os ricos e famosos da sociedade inglesa. Sua verdadeira identidade é o maior mistério dessa série. Suas principais vítimas são os Bridgertons.


Esse primeiro livro da série vai contar a história de Daphne Bridgerton e Simon Basset, o Duque de Hastings.

Daphne, a filha mais velha dentre as moças, está sendo pressionada pela mãe, a matriarca Violet Bridgerton, a se casar. Ela não queria ser pressionada, mas também não quer ficar solteira. Daphne está sim em busca de um marido e filhos, mas para a sua infelicidade, ela não atrai muitos pretendentes por ser uma moça muito comum, sem grandes atrativos e vista apenas pelos homens como uma amiga.

Sua vida muda quando ela conhece o Duque de Hastings e melhor amigo de seu irmão Anthony. Simon nunca recebeu a aprovação de seu pai por não ser perfeito e ter um problema, e isso o tortura até hoje.

Querendo afastar de si a atenção das mães desesperadas atrás de um bom partido para se casar com suas filhas, Simon propõe a Daphne um cortejo de mentira. Isso não só desviaria as atenções das donzelas dele por estar “comprometido”, como também atrairia as atenções dos cavalheiros para Daphne que estaria sendo “cortejada” por um duque.

O que Simon não esperava é que fosse se encontrar atraído pelo espírito audacioso e bem humorado de Daphne, e isso chama a sua atenção. Ele só percebe mesmo o quanto é “grave” a situação quando começa a sentir muito ciúmes de Daphne quando o plano começa a dar certo e ela vem a ser muito cortejada pelos cavalheiros. Indo contra tudo o que combinaram, Simon está disposto a não deixar as coisas assim.


Como uma grande amante de romances históricos e já tendo lido vários deles, principalmente os de banca, eu soube que precisava começar a ler a série Os Bridgertons, escrito pela Julia Quinn. Inicialmente O Duque e Eu foi publicado no Brasil como romance de banca pela extinta editora Nova Cultural (320 páginas), em 2011. A capa era esta AQUI. Mas em 2013, a editora Arqueiro resolveu relançar o primeiro livro da série em formato de livraria (288 páginas), mudar a capa e trazer uma edição totalmente nova aos leitores. Obrigada, Editora Arqueiro! <3

Eu achei muito engraçado o fato de todos os filhos terem sido nomeados em ordem alfabética, nunca vi isso antes. Ao menos me ajudou muito a não confundi-los e lembrar quem é o filho mais velho, quem vem em segundo e assim por diante.

A narrativa é feita em terceira pessoa. E como se trata de um romance histórico, somos apresentados aos costumes do século XIX onde as moças não são informadas sobre nada a respeito do sexo (e isso é uma crítica no livro), como elas eram obrigadas a manter uma boa reputação que poderia facilmente ser arruinada se ela não tiver cuidado, ao contrário dos homens que quase nunca são motivos de falatórios, não importa o que façam. Sou contra a esses costumes antigo, ainda bem que hoje em dia tudo é bem diferente, e o que o livro faz não é apoiar, mas sim mostrar as coisas como eram.


A Série:

The Bridgerton
1. The Duke and I (2000) – O Duque e Eu
2. The Viscount Who Loved Me (2000) – O Visconde Que Me Amava
3. An Offer from a Gentleman (2001) – Um Perfeito Cavalheiro
4. Romancing Mr. Bridgerton (2002) – Os Segredos de Colin Bridgerton
5. To Sir Phillip, with Love (2003) – Para Sir Phillip, com amor
6. When He Was Wicked (2004) –
7. It’s in His Kiss (2005) –
8. On the Way to the Wedding (2006) –



2 comentários:

  1. Eu acho esse livro tão a cara de Orgulho e Preconceito, acho que é pela capa.
    Adoro esse tipo de leitura, vou adicioná-lo a listinha :)

    Beijos,
    www.segredosentreamigas.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não só se parecem com Orgulho e Preconceito, como também a temática é a mesma. Livros históricos que se passam na sociedade londrina do século XIX.
      Passei muito tempo lendo apenas livros assim, eu gosto muito.

      Beijos!

      Excluir

Muito obrigada pela visita!
Se deixar seu blog/site junto com seu comentário, terei o maior prazer em retribuir a visita. ^^

Theme Base por Erica Pires © 2013 | Livro de Memórias, por Renata Carvalho | Blog no ar desde 03.05.2013 | Versão 2.2 no ar desde 01.01.2014 | Topo