Perdida — Carina Rissi

quarta-feira, 8 de maio de 2013
Título original: Perdida
Autor: Carina Rissi
Editora: Baraúna
Gênero: Romance/Chick-lit/Literatura Brasileira
Ano: 2011
Páginas: 472
ISBN: 9788579233142
Lido em: Maio de 2013
Nota:

Sinopse: Sofia vive em uma metrópole, está habituada com a modernidade e as facilidades que isto lhe proporciona. Ela é independente e tem pavor a menção da palavra casamento. Os únicos romances em sua vida são os que os livros lhe proporcionam. Mas tudo isso muda depois que ela se vê em uma complicada condição. Após comprar um novo aparelho celular, algo misterioso acontece e Sofia descobre que está perdida no século XIX, sem ter ideia de como ou se voltará. Ela é acolhida pela família Clarke, enquanto tenta desesperadamente encontrar um meio de voltar para casa. Com a ajuda do prestativo Ian, Sofia embarca numa procura às cegas e acaba encontrando algumas pistas que talvez passam levá-la de volta para casa. O que ela não sabia era que seu coração tinha outros planos...

Resenha: Assim como acontece com 99,9% dos livros que eu leio, esse também foi muito bem recomendado nos blogs de resenhas de livros e nos grupos do face de debates de livros.
Eu estava com um pé atrás por se tratar de uma autora nacional. Achava que a história seria fraca, artificial e “mais do mesmo”. Eu sei, é um preconceito terrível que estou tentando mudar, e por isso mesmo resolvi dar uma chance a esse livro. E ainda bem que fiz isso.

A temática é viagem no tempo. A protagonista Sofia não vive sem tecnologia (muito parecido com as pessoas de hoje em dia, então podemos nos identificar), então foi um desastre na vida dela quando ela comprou um celular novo “especial” que a levou para o século XIX.
Inicialmente ela se viu perdida no tempo e espaço, sem saber muito bem o que tinha acontecido e onde ela estava, e mais assustada ainda ficou quando um rapaz vestindo roupas estranhas e antigas apareceu montado a cavalo.
Ele a ajudou e a levou para sua casa. Levou um tempo para acreditar, mas ela finalmente acreditou e aceitou que estava no ano de 1830, e enquanto pensava num meio de voltar ao ano de 2010, ela conhecia cada vez mais aquele modo de vida simples, e mais Ian – o rapaz que a ajudou – e Elisa – a irmã mais nova dele.
Procurou por muitas pistas e respostas, sem saber que o que ela realmente precisava e deveria buscar estava bem ali do seu lado.

Bom, não consigo nem descrever a minha surpresa que foi ler esse livro. Eu estava sem nenhuma expectativa com a história, e acabei me surpreendendo bastante, o que foi ótimo.
A história é muito bem contada e inteligente, prende bastante o leitor e emociona muito, fazendo você torcer para que tudo dê certo no final, mesmo sem saber como isso irá acontecer.
Carina Rissi tem muito potencial para ser a autora favorita de muitos fãs nacionais e até mesmo internacionais, basta ela continuar do jeito que é.
Ainda não li Procura-se um marido, mas tenho grandes expectativas.


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Muito obrigada pela visita!
Se deixar seu blog/site junto com seu comentário, terei o maior prazer em retribuir a visita. ^^

Theme Base por Erica Pires © 2013 | Livro de Memórias, por Renata Carvalho | Blog no ar desde 03.05.2013 | Versão 2.2 no ar desde 01.01.2014 | Topo