As vantagens de ser invisível — Stephen Chbosky

sábado, 4 de maio de 2013
Título original: The perks of being a wallflower
Autor: Stephen Chbosky
Editora: Rocco
Gênero: Literatura Infanto-Juvenil/Drama/Cartas
Ano: 2007
Páginas: 223
ISBN: 9788532522337
Lido em: Dezembro de 2012 
Nota:
Sinopse: Ao mesmo tempo engraçado e atordoante, o livro reúne as cartas de Charlie, um adolescente de quem pouco se sabe — a não ser pelo que ele conta ao amigo nessas correspondências —, que vive entre a apatia e o entusiasmo, tateando territórios inexplorados, encurralado entre o desejo de viver a própria vida e ao mesmo tempo fugir dela.
As dificuldades do ambiente escolar, muitas vezes ameaçador, as descobertas dos primeiros encontros amorosos, os dramas familiares, as festas alucinantes e a eterna vontade de se sentir "infinito" ao lado dos amigos são temas que enchem esse vaivém dos sentidos e dos sentimentos e constrói uma narrativa vigorosa costurada pelas cartas de Charlie endereçadas a um amigo que não se sabe se é real ou imaginário.
Íntimas, hilariantes, às vezes devastadoras, as cartas mostram um jovem em confronto com a sua própria história presente e futura, ora como um personagem invisível à espreita por trás das cortinas, ora como o protagonista que tem que assumir seu papel no palco da vida. Um jovem que não se sabe quem é ou onde mora. Mas que poderia ser qualquer um, em qualquer lugar do mundo.
Resenha: Apesar desse livro ter sido lançado em 2007, eu só fui começar a ouvir falar dele em 2012, que foi quando o filme desse livro foi lançado.
Não só bastando esse livro ser adaptado para o cinema, mas as pessoas também estavam comentando que era muito bom. É tudo que minha curiosidade precisa para ficar aguçada.

Não fui ao cinema assistir esse filme (me arrependo até hoje) e AINDA não assisti ao filme, mas apenas baixei o livro é li, então esse resenha é baseada apenas no livro.
Um dia que eu estava na Livraria Cultura e vi esse livro na prateleira dos lançamentos, e portanto em destaque, resolvi pegar e começar a ler. Gostei bastante até onde eu li, e quando voltei para casa, na mesma hora baixei da internet e comecei a ler. Devo ter lido em 3 dias.
Já não me lembro de tantos detalhes assim porque faz tempo que eu li, e ele não me chocou tanto assim quando A Culpa é das Estrelas, mas mesmo assim eu amei, achei super fofo.
O personagem principal, Charlie, apesar de já ter 15 anos, é muito ingênuo e inocente, e ele narra acontecimentos sérios que se passam com ele e com as pessoas ao redor dele de forma muito inocente.
Ele não enxerga a maldade nas pessoas, e isso o impede de sofrer com vários assuntos com os quais seus amigos sofrem, levam a sério. O único sofrimento na vida dele é cair de amores por sua nova amiga, Sam, que o vê apenas como um amigo inocente.

Esse é outro livro que eu quero ter pra mim, e vou comprar algum dia, só não é prioridade no momento.
Mas recomendo o livro, e estou louca para assistir logo o filme. Principalmente porque tem a linda da Emma Watson no elenco, interpretando a Sam.


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Muito obrigada pela visita!
Se deixar seu blog/site junto com seu comentário, terei o maior prazer em retribuir a visita. ^^

Theme Base por Erica Pires © 2013 | Livro de Memórias, por Renata Carvalho | Blog no ar desde 03.05.2013 | Versão 2.2 no ar desde 01.01.2014 | Topo